post-title Rampas que levam a cenários deslumbrantes

Rampas que levam a cenários deslumbrantes

Rampas que levam a cenários deslumbrantes

Rampas que levam a cenários deslumbrantes

Aproveite a vista e voe livremente a partir de cinco belos topos do Brasil

Por Embratur

O Brasil é um país referência no que diz respeito ao voo livre mundial, assim como o Havaí, nos Estados Unidos, é do surfe.

São muitas as regiões brasileiras que abrigam picos incríveis e correntes de vento ideais para a prática do voo livre. As condições climáticas, em geral, favorecem a atividade e quem curte voar sem ter asas naturais deve conhecer alguns destes locais que separamos para você:

Serra da Moeda

Uma oportunidade de praticar voo livre, contemplar incríveis morros e fazer trilhas, a Serra da Moeda fica a 25 km de Belo Horizonte, e tem uma das vistas mais espetaculares do Estado de Minas Gerais. A cordilheira de 1.500m de altitude tem uma rampa natural para os praticantes de asa delta e parapente e é cenário ideal para voos panorâmicos de balão.

Pedra Bonita

O topo da Pedra Bonita, em São Conrado, no Rio de Janeiro é um dos mais visitados do País. Isso porque o trajeto até lá não exige grande esforço físico e o visual lá de cima é deslumbrante. A Pedra Bonita fica no Parque Nacional da Tijuca e tem seu início na Estrada da Pedra Bonita, perto da rampa de voo livre, de onde saem voos de asa delta e de parapente. A trilha é feita em apenas 30 minutos de caminhada leve.

Pico do Ibituruna

Entre os esportistas, esse lugar em Governador Valadares, Minas Gerais, é unanimidade e tem status de Meca do voo livre no País, além de ser considerado um dos melhores pontos do mundo para voar. Pilotos menos experientes devem voar apenas em horários em que a atividade térmica não esteja muito intensa, de preferência no início da manhã e no fim de tarde. O local conta com 14 rampas, dez delas naturais, decolagem para várias direções e muitas opções para pouso. O local já foi palco de campeonatos mundiais da modalidade.

Sertão nordestino

Quem quer quebrar recordes de distância tem dois pontos obrigatórios no Brasil, ambos no sertão nordestino: Patu, no Rio Grande do Norte e Quixadá, no Ceará. São lugares que permitem voos cross country de até 300 km. Contudo, os pilotos precisam ter experiência e espírito de aventura apurado já que nessas regiões, a infraestrutura turística é modesta.

Pico das Andradas

O Pico das Andradas situa-se na divisa dos estados de São Paulo e Minas Gerais. Eleito um dos 5 melhores picos de decolagem do País, oferece 10 rampas para decolagem em diversos quadrantes, com estruturas de concreto e naturais em área gramada, muito bem cuidada. O local tem loja de equipamentos e lanchonete bem equipados, com banheiros, água encanada e energia elétrica.

 

728X90 Corrida

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE