post-title Pegue a mochila e meta o pé na trilha em 5 lugares do Brasil

Pegue a mochila e meta o pé na trilha em 5 lugares do Brasil

Pegue a mochila e meta o pé na trilha em 5 lugares do Brasil

Pegue a mochila e meta o pé na trilha em 5 lugares do Brasil

Caminhe por trilhas ecológicas e desbrave novos territórios naturais

Por Embratur

A expressão “meter o pé na estrada” é uma máxima para quem gosta de se aventurar em trilhas naturais, matas e novos caminhos. E tudo pode ser ainda mais bacana quando há contato direto com a natureza.

Para quem prefere entrar no clima e acampar, o Brasil é um prato cheio. Existem diversos destinos em que você pode colocar a mochila nas costas e desbravar o desconhecido, desde que leve consigo segurança e responsabilidade.

O trekking é praticado ao ar livre e é uma das atividades físicas mais seguras. O esporte pode ser praticado por qualquer pessoa saudável, em qualquer idade. Para os que pretendem se aventurar mas não dispõem de muito preparo físico, o melhor é se exercitar em caminhadas mais curtas, em praias ou parques.

Vale ressaltar que, antes de praticar qualquer atividade física, é necessário fazer uma avaliação médica para garantir a segurança.

O intuito dos praticantes é contemplar a natureza e fugir do stress do dia a dia. Conheça os pontos do País em que o caminho pode ser longo e desafiante, mas deliciosamente recompensador.

Chapada Diamantina

Um dos lugares preferidos pelos andarilhos é a Chapada Diamantina, na Bahia: destino certo dos amantes do trekking. No passado a região foi ocupada, inclusive, por caçadores em busca de pedras preciosas e outros tesouros. Na Chapada você encontra atividades para os mais diversos perfis e com diversos graus de dificuldade.

São trilhas, cachoeiras, grutas, poços, mirantes, tudo isso há por lá. Para que você desfrute ao máximo, organize seu roteiro de acordo com o tempo de permanência e as práticas preferidas. Faça um checklist de tudo que você precisa, como equipamentos e mantimentos suficientes.

Serra do Cipó

A Serra do Cipó é atualmente um dos principais pontos turísticos de Minas Gerais e fica a 100 km da capital mineira, Belo Horizonte. De beleza incomparável, com mais de 60 cachoeiras e uma das floras e faunas mais diversificadas do mundo, a região reúne lazer, atividades ao ar livre e pesquisa científica.

Serra da Canastra

Parque Nacional da Serra da Canastra, em Minas Gerais, é conhecido pela paisagem rústica e por apresentar desafios para a prática do trekking. O local é repleto de belas cachoeiras, que atraem muita gente interessada no contato irrestrito com a natureza.

Contudo, é importante estar bem preparado: o relevo é acidentado e, por isso, é necessário um guia, especialmente para atravessar a Casca D’Anta, primeira cachoeira do rio São Francisco, com quase 200 metros.

Visconde de Mauá

Visconde de Mauá, a 210 km do Rio de Janeiro, é uma área de proteção ambiental, com inúmeras atrações que envolvem a natureza, como cachoeiras, piscinas naturais, rios, formações rochosas, picos e mirantes. Esportes radicais também são muito praticados no local, desde trekking, camping, rapel, rafting, off-road, dentre outros.

Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira

O Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (Petar), tem mais de 35 mil hectares e abrange os municípios de Iporanga e Apiaí, em São Paulo. O Parque é uma das Unidades de Conservação mais importantes do mundo e abriga uma grande área de Mata Atlântica preservada do Brasil e é Patrimônio da Humanidade reconhecido pela Unesco.

O local tem mais de 300 cavernas, algumas com até 6 km de comprimento, como a Caverna Santana, em que as galerias formam um instigante labirinto. É um lugar ideal para caminhadas e trekking, exploração, espeleologia, boia-cross, camping e outras atividades ao ar livre.

 

 

728X90 Corrida