post-title Aeróbio, Muito Prazer!!!

Aeróbio, Muito Prazer!!!

Aeróbio, Muito Prazer!!!

Aeróbio, Muito Prazer!!!

Cada vez mais a indústria do fitness cria tipos diferentes de treinamento, muitos na verdade são apenas nomes diferentes. Um exemplo recente é o famoso HIIT, que nada mais é do que o antigo treino intervalado intensivo.

Mas hoje estamos aqui para falar do treinamento de endurance ou aeróbio. Ele é a base para todas as outras atividades físicas que uma pessoa possa fazer. Na literatura, a partir de mais de 3 minutos, um exercício já é considerado aeróbio.

A máxima: “Devagar e sempre” é muito bem vinda para entendermos o conceito. Quanto mais lenta e mais longa a atividade que estamos praticando, mais oxigênio estaremos consumindo e isso para o nosso organismo como um todo é FUNDAMENTAL. Atividades enzimáticas, formação de mitocôndrias, queima de gordura, entre outros efeitos.

E por falar em queima de gordura, muitos me perguntam o que tem a ver o treinamento aeróbio com a queima de gordura? Imagine um fogão à lenha, hora precisamos de mais lenha e hora precisamos assoprar para aumentar o aporte de ar e assim aumentar a queima. Passando para a fisiologia, hora precisamos de comida, hora precisamos de oxigênio.

Usando a fisiologia novamente para falar bonito agora: “O oxigênio é o aceitador final de elétrons”…Resumindo… quanto mais O2 maior a queima de gordura.

Sobre Thiago Castro

• Bacharel em Esporte e Pós-Graduado em Fisiologia do Exercício pela USP • Rolfista pela Associação Brasileira de Rolfing • Personal Trainer há 22 anos • Instrutor de Mergulho • Sócio da Momentumm